FIQUE POR DENTRO

Cadastre-se abaixo e receba as todas as novidades do Vestida de Mãe!

JÁ SOU CADASTRADO(A)

O que ninguém te conta sobre a viagem para Disney

Vamos alinhar expectativas antes de viajar para Disney e aproveitar ao máximo a viagem com crianças pequenas? Abaixo são 8 dicas que considero essencial você saber antes de ir, pensando de mãe para mãe!

 É um mar de gente. Sério, é muita gente mesmo. Especialmente no Magic Kingdom. Ouvi dizer de guias especialistas no parque que são cerca de 70 mil pessoas por dia no Magic Kingdom. Isso mesmo o que você leu, 70 mil. Esta informação não é confirmada pela Disney, mas eu consigo imaginar que é mesmo o publico que cabe dentro de um estádio de futebol ali no parque.

É importante você saber isso para alinhar as expectativas de quem viaja com bebês e crianças pequenas. É muita gente, são filas muito grandes em tudo, restaurantes lotados, às vezes fila até para o banheiro.

 Para entrar no Magic Kingdom você gasta em geral 40 minutos, desde o momento em que entra com o carro no estacionamento até de fato estar dentro do parque. Do estacionamento você pega o trenzinho para chegar até a entrada do monorail ou ferryboat . Faz o percurso de monorail/ ferryboat (você escolhe qual você quer)  até a entrada do parque. Passa pela fila de segurança e depois a fila de entrada do seu ingresso. Só então estará dentro do parque.

 Você pode entrar nos parques até 1h antes do horário oficial de abertura (dias que não tem Magic Hour). Por exemplo, se o horário de abertura é às 9h, desde às 8h a avenida principal do Magic Kingdom já está aberta. Você não poderá ir em nenhum brinquedo, entrar na fila antecipada de nada, mas verá o desfile de abertura, pode aproveitar parar tirar as fotos com castelo ao fundo antes de ter multidão de gente e já estará lá dentro para correr para os brinquedos mais concorridos. (vale o mesmo em todos os parques).

 É fundamental fazer o planejamento de cada parque de acordo com a idade da criança antes de ir. Isso significa não só agendar os fastpass (com 60 dias de antecedência para quem estiver hospedado em hotel Disney e 30 dias antes para quem não estiver em hotel Disney), mas também já planejar qual vai ser a ordem de áreas que você vai visitar dentro do parque, fazer reserva nos restaurantes que pretende ter refeições (muitos se esgotam 3 meses antes) e checar a altura mínima dos brinquedos para saber se seus filhos podem ir. Tem todas estas informações no próprio site da Disney ou no App Disney Experience. Lembre-se, há uma multidão de pessoas dentro do parque e eles são grandes. Se você não se planejar, vai perder muito tempo se deslocando de um lugar para outro, pensando onde vai comer etc. Você pode achar besteira se planejar antes, mas os guias especializados em Disney me contaram que o que eles mais veem são famílias que juntaram dinheiro para realizar o sonho de ir para lá e quanto estão lá, simplesmente não conseguem aproveitar a viagem e ter um dia agradável por perder todo o tempo em filas, não terem se planejado nada.

 Na hora área do Toy Story, dentro do HollyWood Studios, existe um serviço pago chamado Early Morning Magic. Significa que em dias selecionados você pode entrar no parque, na área de Toy Story, que é a área mais concorrida no momento, antes de todo mundo, e assim pegar as atrações super concorridas como Slinky Dog Dash, Alien Swirling Saucers e Toy Story Mania! com pouca fila. Também tem os personagens disponíveis parar tirar fotos e um café da manhã continental disponível! O acesso exclusivo Disney Early Morning Magic à Toy Story Land acontece em segundas, quartas e sextas-feiras selecionadas das 7h30 às 8h45. O café da manhã estará disponível até as 10h. Você precisa ter o ingresso regular do parque e ainda comprar com antecedência o ingresso deste evento no site da Disney, clicando aqui. Existe o mesmo serviço de aproveitar antes o Fantasyland do Magic Kingdom, clique aqui para ver.

 Se você quiser muito o serviço de transformação de princesas ou reserva em algum restaurante concorrido e não tiver conseguido, uma alternativa pode ser contratar um serviço de guia VIP ou usar o concierge do seu hotel Disney. Eles costumam ter mais opções de vagas.

 Economize fastpass usando o Rider Switch na Disney. Funciona assim: imaginando uma família de 3 pessoas, sendo pai, mãe e filho pequeno. Se o filho não pode ir no brinquedo, marque apenas 1 fastpass para 1 dos adultos. Assim que chegar a hora de ir na atração, vá até o funcionário Disney na entrada do brinquedo e informe que irá fazer o Rider Switch. Assim 1 adulto vai no brinquedo enquanto o outro adulto fica cuidando da criança do lado de fora. Assim que o primeiro adulto sair do brinquedo, o funcionário Disney libera a entrada do segundo adulto sem pegar fila, usando a entrada do fastpass. O mesmo funciona para quem não tem nenhum fastpass agendando. O primeiro adulto fica na fila normal do brinquedo. O Segundo adulto não precisa ficar com a criança na fila, pode ficar fora. Assim que o primeiro adulto sair do brinquedo, o segundo adulto pode ir na atração sem pegar fila, pela entrada de fastpass. Mas precisa avisar o funcionário assim que chegarem na atração. Veja aqui a lista de atrações em que você pode fazer o rider switch.

 Respeite a dinâmica da criança, se planeje para usar o Baby Center que tem em todos os parques da Disney, deixe a criança descansar no carrinho, respeite quando ela não quiser ir em algum brinquedo ou tirar foto com algum personagem. Os parques são bem cansativos, é um excesso de estímulo e absolutamente normal a criança ficar cansada. Respeite o ritmo deles, alinhe expectativas, caso contrário a viagem pode virar um caos.

Alguma dica extra para compartilharem? Deixe nos comentários!

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE

Festa Infantil | Circo Candy Color

Se te falaram festa tema circo, algumas cores já veem à sua cabeça, não é? A Petite Partie desconstruiu tudo e criou uma decoração totalmente delicada! Uma festa com cores leves, cheia de alegria e com tudo que um circo tem direito: picadeiro, personagens, bailarinas, e muita diversão! As fotos são da Carla D’Aqui.

Relações profissionais

Foto Carla D’Aqui
Local: Mi Casa
Peças: Ella Arts e Criativo conceito 
Balões: Balão Cultura
Papelaria: Papelaria Ilustrada
Flores: Clayton Flores
Bolo e doces: Mano Andrade

CONVERSE COM A GENTE

5 dicas para montar uma brinquedoteca em casa

Izabella Penna Escabeche é arquiteta, mãe da Stella e colaboradora do blog com suas dicas sobre quarto do bebê e criança.

O quarto das crianças deve ter uma atmosfera mais tranquila e relaxante que favoreça o descanso e a brinquedoteca é o espaço ideal para bagunça e agito, armazenamento de uma maior quantidade de brinquedos e para as crianças que têm um quarto pequeno e sem muito espaço para brincadeiras.

Planejar bem o espaço de brincar é fundamental para que o ambiente não vire um depósito de brinquedos e também para que as crianças se sintam atraídas por ele. Separei 5 dicas para ajudar quem quer montar uma brinquedoteca em casa, confira:

 ORGANIZAÇÃO DOS BRINQUEDOS

Os brinquedos devem estar organizados e bem distribuídos para não deixar as crianças agitadas e ansiosas. O ideal é que eles estejam em prateleiras baixas para que as crianças possam alcançá-los e para que fiquem visíveis. Vale a pena usar também cestos de tecidos para peças menores e também caixas organizadoras para jogos de encaixe e blocos.

Se o espaço permitir, é uma ótima opção ter uma estante ou armário com portas para que você possa armazenar itens que estão sem uso (para serem doados ou porque ainda não atendem a idade do seu filho) e também para poder fazer um rodízio de brinquedos e permitir que a criança brinque mais com tudo o que possui. Tudo isso vai estimular o senso de organização nas crianças e irá estimulá-las a guardar tudo logo que a brincadeira terminar.


Fonte da Imagem: A Beautiful Mess


Fonte da Imagem: Uber Kid


Fonte da Imagem: Ikea


Fonte da Imagem: Easy like Sunday morning

 PISO ACOLHEDOR

Opte por um piso macio e de preferência atérmico para que as crianças possam ficar descalças sem sentir frio ou calor nos pés. Pode ser um tapete comum ou um modelo vinílico, carpete ou piso de grama sintética. Escolha o que for mais prático para a rotina da sua família!


Fonte da Imagem: Lay Baby Lay


Fonte da Imagem: Hunted Interior


Projeto: Decor Petit | Foto: Priscila Furuli


Fonte da Imagem: The Sweetest Occasion

 LOCAL DE REPOUSO

É interessante ter um sofá, futon ou pufe para que os adultos possam se sentar com conforto – seja para ler um livro, descansar ou estar por perto na hora das brincadeiras. As crianças também aproveitam para o momento de leitura (sozinhas ou com os cuidadores) ou para alguma brincadeira.


Fonte da Imagem: Style by Emily Henderson


Fonte da Imagem: Architectural Digest


Fonte da Imagem: Belivin’ Design


Fonte da Imagem: The Boo and the Boy

 CIRCULAÇÃO LIVRE

Se o ambiente não for muito grande opte por deixar os móveis nas extremidades e, assim, liberar o centro para as brincadeiras. Criança precisa de espaço para se movimentar com segurança e liberdade para deixar a imaginação fluir. Para os bebês a circulação livre privilegia a exploração do espaço e o desenvolvimento motor.


Fonte da Imagem: Rafa Kids


Fonte da Imagem: Pottery Barn Kids


Fonte da imagem: Paper Blog


Fonte da Imagem: Alissa and Co

  PAREDES PARA AS CRIANÇAS

Deixe ao menos uma parede disponível para as crianças exibirem os desenhos e atividades manuais e também para que elas possam desenhar, pintar e escrever, afinal a brinquedoteca é um espaço pensado para elas!

Pode ser um varal para desenhos (lembram do projeto que fiz para o quarto do Nicolas?), parede imantada para fixar atividades e também para brincadeiras com ímãs ou uma lousa (que tal pintar toda a parede com tinta lousa?). É uma ótima maneira de valorizar as atividades das crianças!


Projeto: Decor Petit | Foto: Rejane Wolff


Fonte da Imagem: Kids Room Ideas


Fonte da Imagem: The Sweatman Family


Fonte da Imagem: A Cup of Jo

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE