FIQUE POR DENTRO

Cadastre-se abaixo e receba as todas as novidades do Vestida de Mãe!

JÁ SOU CADASTRADO(A)

Quarto azul para meninos e meninas

Izabella Penna Escabeche é arquiteta, mãe da Stella e colaboradora do blog com suas dicas sobre quarto do bebê e criança.

Outro dia uma leitora aqui do Vestida de Mãe me pediu ideias de quartos em tons de azul para meninas, pois quer decorar o quarto da filha dela com essa cor e estava com dificuldades em encontrar inspirações. Fiquei pensando se o conceito “azul é uma cor de meninos” ainda é tão propagado que decidi fazer um post com inspirações de decoração com a cor azul que servem tanto para meninos quanto para meninas. Afinal, cor não deve estar ligada a um ou outro gênero, não é mesmo?

Além de ser uma cor bem neutra e muito fácil de coordenar com outros tons, o azul transmite paz e tranquilidade e por isso é ideal para quartos infantis. Veja na foto abaixo como o ambiente transmite uma sensação boa!

 

Fonte da Imagem: 100 Layer Cake

Em um tom mais escuro dá destaque à parede e deixa o ambiente com um ar mais descolado:

Fonte da Imagem: Elle Decoration

Fonte da Imagem: Petit and Small

O desenho de constelações de estrelas trouxe o céu para o quarto (vale a pena ler a história emocionante do dono deste quarto):

Fonte da Imagem: Young House Love

No quarto das fotos abaixo a cor azul está em todo o ambiente:

Fonte das Imagens: A Piece of toast

E no quarto da foto abaixo a cor está concentrada nos objetos de decoração:

Fonte da Imagem: Serena & Lily

Uma decoração com ar vintage ganhou azul marinho no papel de parede:

Fonte das Imagens: The Effortless Chic

A mistura de tons de azul ganhou destaque no papel de parede que foi aplicado no teto e criou um efeito incrível:

Fonte da Imagem: Style me pretty

Uma inspiração linda de parede azul que pode facilmente virar um DIY:

Fonte da Imagem: Decor Fácil

Aplicar um tom mais escuro em uma parede e um tom mais claro em outra dá um efeito super interessante no ambiente:

Fonte das Imagens: Style me pretty

E duas inspirações de uma mistura que acho linda: azul + marrom!

Fonte das Imagens: Project Nursery

Espero que tenham gostado das inspirações! E sempre que quiserem sugerir um tema para os meus posts é só deixar um comentário. Vou adorar atender os pedidos de vocês!

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE

3 dicas para o bebê dormir quentinho

Inverno chegando, várias noites frias, como garantir que o bebê durma quentinho? Aqui algumas dicas e truques que compartilho com vocês.

  Saco de dormir para bebê

Cada vez mais fáceis de encontrar no Brasil (acreditem, alguns anos atrás ninguém conhecia!), é como se fossem um “cobertor de vestir”, com o objetivo de manter o bebê protegido do frio a noite inteira. Prático e eficiente porque não corre o risco de sufocamento no caso de bebezinhos pequenos, e não corre o risco do bebê chutar o cobertor para fora do corpo, como no caso dos bebês que se mexem demais. Esse saco de dormir da foto é da Minha Pessoinha, tem 80cm de medida do ombro até a base, o que é bom para durar por muitos meses do bebê. Tem abertura de botões no ombro e zíper lateral, para ficar bem fácil de retirar o bebê de dentro. Reparem que os bracinhos ficam de fora, até porque muitos bebês dormem com braço para cima, assim eles podem se mexer com conforto.

 Forro quentinho

Você deve conhecer a cena clássica: seu bebê dormindo aconchegado nos seus braços, é só colocar no berço e ele acorda! Mas é claro, com o lençol gelado, qualquer um acha ruim, mesmo nós adultos. Eu sempre forro a cama com uma mantinha ou cobertor de plush para ser mais confortável e quentinho para o bebê. Antes de deitar o bebê, vale passar a mão dando uma leve aquecida. No exterior já existe para vender o lençol do berço com elástico feito em plush, para ser o lençol quentinho do bebê. Eu não tenho, na verdade eu aproveito todas as mantinhas que comprei para ele usar com essa finalidade também de forrar a cama no inverno, dando um uso maior ao produto. Algumas mães também me relataram que enquanto estão amamentando seus bebês, colocam uma bolsa de água quente no lençol, para dar uma aquecida. Passar ferro no lençol antes de colocar o bebê era outro truque que nossas avós faziam, mas que dá um trabalhão, nunca fiz!

 No caso de usar coberta, deixar presa no colchão

Quando o bebê é muito recém-nascido, o problema do uso de coberta é num “reflexo de moro” ele jogar o cobertor para cima de seu próprio rosto e depois não conseguir tirar, podendo ser um risco de sufocamento. Por medidas de segurança, nunca se deixa nenhum objeto no berço, nem pelúcias, mantinhas, coberta, nada. No caso de noites muito fritas e você precisar cobrir o bebê, o mais seguro é prender o cobertor na base e laterais do colchão, bem presto. Assim o bebê vai ficar mais próximo da base, onde a coberta está bem presa, sem conseguir soltá-la.

E você, como faz nos dias frios para aquecer o bebê além de colo e amor?

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE

Busy Board | Painel Sensorial

Brinquedo que vale a pena o investimento (de dinheiro, no caso de compra, ou de tempo, no caso de fazer você mesma): Busy Board, em português mais conhecido como Painel Sensorial.

Cada vez mais, eu estou convencida de que excessos de brinquedos não servem para nada. Aprendi a consumir mais conscientemente, assim como que as crianças se concentram apenas um brinquedo por vez. Então, não é bom ter muito acúmulo de brinquedos em casa.

O busy board é um painel cheio de estímulos para as crianças se entreterem. Além de manter a criança interessada por um bom tempo, também desenvolvem habilidades motoras, a concentração, exploração sensorial e a observação, além de estimular o raciocínio do bebê. Dependendo dos itens do painel, dá para começar o aprendizado de matemática e letras brincando. Ou seja, em um mesmo brinquedo você tem um mundo de possibilidades!

 

A nossa experiência 

Aqui em casa eu comprei um painel vindo do exterior porque achei a estética dele super bonita. Eu tenho preocupação com o senso estético e acredito que é uma habilidade a desenvolver nas crianças também desde cedo. Além disso, nesse modelo é possível adicionar e trocar os acessórios ao longo do tempo.

É realmente um brinquedo completo que serve desde o Oliver (com 6 meses) até o Nicolas (com 3 anos). Porque ambos ficaram fascinados com o painel. Aqui voltamos ao consumo consciente: um brinquedo que será usado por muitos anos! O investimento foi alto, até por vir de Londres. Comprei no site My Muro – eles têm tanto a versão painel como cubo. Vale dizer, aliás, que fui taxada ao chegar no Brasil.

Os busy boards são muito comuns no exterior. Se você fizer uma pesquisa no Etsy, Amazon e Pinterest, vai enlouquecer de tantas opções lindas. No Brasil também tem opções no Elo7 e Mercado Livre. E se você tem habilidades manuais, pode se orgulhar de construir o próprio painel sensorial para seu filho com itens diversos (canos, interruptor de luz, teclado antigo, zíper, capinha que abre e fecha etc). Existem até versões de painéis menores para ser levado em viagens, achei o máximo!

Relações profissionais

Busy Board: My Muro

Foto: Rejane Wolff

CONVERSE COM A GENTE