5 formas de ajudar uma mãe de recém-nascido

Essa é para as amigas ou familiares que querem ajudar, mas não sabem como! Abaixo listei 5 dicas que a mãe de recém-nascido vai te amar para o resto da vida se você colocar em prática:

(baseado na minha experiência real)

 vdm01Elogie gratuitamente a mãe – a maioria das pessoas só se lembram de elogiar o bebê! Diga como a mãe está bem, como está se recuperando rápido, como está sendo uma ótima mãe. Isso dá uma auto-estima enorme e consequentemente uma mãe mais segura e tranquila para cuidar do bebê.

vdm02 Ofereça para cozinhar alguma coisa, prepare as refeições da semana e as deixe congelada ou leve refeições prontas, saborosas e nutritivas para a mãe. Quanto menos a mãe tiver que se preocupar em cozinhar as próprias refeições e mais tiver tempo para descansar um pouquinho, melhor! É tão cansativo fisicamente a privação do sono e os cuidados com o bebê – ter alguém pensando na alimentação saudável da mãe é o melhor presente que ela pode ganhar!

vdm03 Não dê palpites ou dicas, a menos que a mãe peça. São tantos palpites de todos os lados que, mesmo que sejam com o objetivo de ajudar, acabam esgotando piscologicamente a mãe. Ajude mostrando a fonte de informações corretas e não como você acha que isso ou aquilo deveria ser feito.

vdm04 Não peça para fazer visitas em casa, a menos que a mãe demostre que quer receber visitas. Nos primeiros meses o bebê ainda não tem todas as vacinas e a rotina da casa ainda não está totalmente adaptada. O sono do bebê pode variar e quando o bebê dorme, é uma oportunidade de ouro para a mãe descansar também. Uma visita, mesmo que avisada com antecedência, pode acabar coincidindo com a hora do bebê querer mamar e dormir e a mãe, que poderia estar desancando, precisa interagir com as visitas.

vdm05 Presenteie a mãe com uma consulta de uma especialista em amamentação ou sono do bebê. Essas são as maiores dificuldades dos primeiros meses e o melhor cuidado que a mãe pode receber é uma consulta em casa com uma dessas especialistas. Faz toda a diferença para quem estiver com dificuldade na amamentação. Vale também acompanhar a mãe e bebê no Banco de Leite, onde diversas enfermeiras especializadas podem te auxiliar gratuitamente.

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE