Como escolhi o nome do bebê

Nesta segunda gestação fiz o maior suspense sobre o nome do bebê!

Um dia meu marido me enviou um WhastApp com sugestão de 3 nomes e eu não gostei de nenhum. Respondi com o nome que eu estava pensando e ele amou na hora. E assim, super rápido e fácil escolhemos o nome do nosso segundo filho: Oliver.

Eu sigo 3 passos para escolher o nome:

  Não gosto dos nomes mais tradicionais ou que estejam entre os mais registrados no país. Talvez por eu ter um nome comum, Fernanda, e sempre teve um monte de Fernandas na minha classe da escola, na minha geração, gosto dos nomes mais diferentes. Para saber a lista dos nomes mais registrados, sempre olho na lista disponível no BabyCenter.

 Também levo em consideração nomes que sejam compreensíveis em vários idiomas! Meu nome é um terror para ser pronunciando em inglês, francês… Sempre sofri quando viajava à trabalho. Então penso em nomes que sejam mais compreensíveis em várias línguas. Olho a lista de nomes em inglês, francês, italiano, russo para me inspirar!

 Lógico, tem que amar o nome! Imaginar o bebê e um nome que você tenha prazer em repetir várias vezes. Quando a gente conhece alguém com o nome, é inevitável não associar a pessoa que a gente conhece com o nome.

No caso, eu não conheço ninguém com o nome Oliver. O nome entrou na lista dos 100 nomes mais registrados no país em 2016, na 100º posição. Por coincidência, meu marido gosta de nome de super-heróis e depois que escolhemos o nome, ele lembrou que tem um super-herói com esse nome, o Arqueiro Verde.

Já li que o nome Oliver significa gentil e bondoso e a origem do nome Oliver é o francês antigo Olivier, da palavra latina oliva, que significa “oliveira”, a árvore que produz azeitona. Por sua vez, oliveira significa paz, glória e vitória.

Mas lógico que o mais importante é que venha com saúde, amor e seja muito feliz!

Foto: Rejane Wolff

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE