6 dicas para escolher roupinha de bebê

Apaixonada por moda bebê e infantil desde que fiquei grávida (e sendo formada em Moda, trabalhado por anos com desenvolvimento de roupas), depois de um tempo de experiência a gente aprende algumas boas dicas para reparar na hora de comprar as roupinhas, principalmente para quem é mãe de primeira viagem e nunca pensou nestes detalhes! Vejam se concordam comigo nas dicas abaixo:

 Dica 1: Body Kimono
Dá uma insegurança em vestir um recém-nascido!! Depois de um tempinho a gente ganha prática, mas no começo, só de pensar em passar a roupa pela cabeça do bebê dá um certo nervoso. Se este é o seu caso, conhece o body kimono? Ou para os casos de bebês que realmente se sentem incomodados e choram toda vez que passa uma roupinha pela cabeça. O bom do body kimono é que você veste como se fosse um envelope, com fechamento por botões de pressão nas laterais, bem prático! (na foto, body da marca Bobotchô)

 Dica 2: Body estilo americano
Já reparou que a gola do body de bebê é transpassada? Isso deixa uma abertura de gola maior, mais fácil de passar na cabeça. E tem outro motivo também. Em caso da fralda vazar, não retire o body pela cabeça para não correr o risco de sujar todo o bebê. Com essa gola, dá para você retirar o body por baixo mesmo! (na foto, body da marca Cotton Cloud)

 Dica 3: Calça com cós sem elástico
Bebêzinhos de até 6 meses, que sequer ficam sentados e sim deitados o tempo todo, para que precisa de elástico no cós da calça? Não precisa! Afinal o bebê ficará deitado a maior parte do tempo, não precisa ter nada apertado ele. Ela calça tem cós dobrado, sem elástico, fica mais confortável e até mais bonito! (na foto, calça da marca Bobotchô).

 Dica 4: Abertura da gola com botões
Depois que o bebê faz um ano, passamos a usar muito mais camisetas ou agasalho de moletom do que body. Muitas marcas fazem a abertura de gola pequena e sempre irrita o bebê/ criança ao passar na cabeça, cuidado na hora da compra, já experimentei várias roupas no meu filho que era um transtorno para passar na cabeça! O correto, para roupas de bebê, é sempre ter essa abertura extra com botões – fica muito mais confortável de passar na cabeça, faz toda a diferença. (na foto, moletom da Minimals).

 Dica 5: Vestido que pode virar blusa
Essa é para as mães de meninas. Dependendo da modelagem do vestido, especialmente se for estilo manga cavada ou de alcinhas, o vestido pode virar uma blusa depois que o bebê crescer. Alguns modelos vale a pena investir e guardar para usar como blusa. (na foto, vestido da Minimals).

 Dica 6: Calça Saruel
Essa é para as mães de meninos. Confesso que nesta dica não tem muita funcionalidade, mas a verdade é que modelos estilo saruel vestem tão bem! As modelagens são ótimas, costumam ficar mais confortável e mais estiloso. Sempre me perguntam onde compro calças estilo saruel para meu filho, por isso incluí aqui! (na foto, calça da Milk and Love).

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE