A primeira viagem do João Pedro

A Mari viajou pela primeira vez com o filhote João Pedro mês passado e conta aqui sua experiência e dicas de viagem com o bebê.

Como o João Pedro tem apenas 5 meses, quem estava muito ansiosa pela viagem dele fomos nós (eu e meu marido!), estávamos acostumados à levar poucas malas, nada na mão, sempre os primeiros na fila da Polícia Federal, e agora como seria???

Começamos com o que levar? Apesar da viagem ser curta e para uma cidade que conhecemos bastante (isso ajuda porque sabíamos o clima), fiz uma listagem com todos os remédios que ele poderia precisar (todos lacrados), o leite dele (uso o NAN1 Pro  – fiquei com medo de não encontrar lá) e as roupinhas (separei 3 conjuntos por dia). Levei os mais práticos: macaquinhos, camisetas e as fraldas que ele usa, inclusive as fraldas para piscina. E o que achei fundamental, os brinquedos dele preferidos (três) para que ele pudesse se sentir em casa.

Uma outra dica, levei o carrinho Quinny Zapp Xtra que desmonta inteiro e você pode colocar dentro de uma bolsa para viagem e levar como bagagem de mão. Super facilitou!

Quando chegou o dia da viagem, descobrimos no check in que o João Pedro não poderia embarcar sem o RG dele. Imagine a minha pane!!! Como assim RG para um bebê de 5 meses, eu estava apenas com a Certidão de Nascimento. Resumindo, o Uruguai é o único país em que é obrigatório documento com foto para qualquer idade.

Tivemos que ir até o Poupatempo e tirar o RG de urgência (bonitinho… levou 30 minutos para conseguir fazer a foto, afinal ele ainda não fica paradinho! E o dedo ficou um grande borrão, rs!). Apesar do problema  resolvido, nossa viagem atrasou um 1 dia, pois só embarcamos no dia seguinte.

Durante o voo, uma dica bem bacana é para a hora da decolagem e pouso deixar o bebê com a mamadeira ou chupeta, isso evita aquela pressão no ouvido. Na bagagem de mão levei uma roupa extra, leite, tylenol e uma girafa que ele ama!

Já de férias, ele foi incrível… buscamos praias que tinham tendas para que ele não ficasse no sol nunca, muito protetor solar, muita água, muitas fotos e o melhor ano novo da minha vida! Fizemos a Ceia mais cedo, para que ele e a babá pudessem participar, e depois fomos para uma festa na virada! Confesso que fiquei preocupada se com os fogos ele pudesse assustar… porém estava dormindo e nem acordou!

Todos os remédios voltaram lacrados, durantes esses dias ele aprendeu a gritar, tossir (como charme) e descobriu o seu pé… que agora vive na boca, rs! Com certeza o melhor ano novo da minha vida.

Dicas Gerais:

Babá: Se for possível levar a babá, faça! É incrível o que ajuda  e você ainda pode curtir a viagem com programas noturnos (sair para jantar, dançar).

Verifique se a babá tem os documentos necessários. Como a nossa babá foi junto, comprei uniforme de verão pra ela (regatas, bermudas, biquíni, saída de praia). No dia da Ceia de Ano Novo, fiz questão que ela participasse do jantar, afinal na meia noite ela estaria sozinha com ele. E foi incrível! Eu, meu marido, ela e João Pedro optamos pelo Restaurante do Hotel, assim não precisaríamos sair do Hotel, afinal as pessoas andam como loucos na rua nesses momentos.

Hospedagem: Sempre ficamos em Hotel, só que dessa vez optamos por um Apart Hotel, assim tínhamos toda parte de serviço de um hotel porém a estrutura do apartamento, com cozinha que é muito importante!

Itens Indispensáveis :

Carrinho Quinny Zapp Xtra (próprio para viagem), no Brasil é você encontra na BB Trends. É preciso comprar a Bag Travel para guardar o carrinho.

Protetor FPS 50 para bebê da marca Episol, o pediatra quem indicou e eu amei! Não gruda na pele, é super fácil de espalhar e não deu alergia.

Envie sua história real, foto, nome da mamãe, papai e filhote para real@vestidademae.com.br

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE