Como escolher a bolsa de fraldas

Uma dica que recebi da Mommy’s Concierge quando fui fazer meu enxoval nos EUA e gostaria de compartilhar com vocês é: tem muito mais opções bonitas de bolsa de fraldas (diaper bag) pela internet do que nas lojas físicas. Para quem estiver indo para os EUA fazer enxoval, vale a pena procurar online um modelo que você goste e já encomendar, pedir para entregar no hotel – afinal nas lojas você pode não encontrar o mesmo modelo ou cor desejada. Nas lojas que costumamos ir para fazer enxoval, como BuyBuy Baby, os modelos disponíveis não são muito bonitos (pra ser sincera, são bem cafoninhas!!).

Eu fiz isso, comprei minha bolsa online no site da Neiman Marcus (lá tem uma sessão só de diaper bags, clique aqui para ir direto), onde é possível achar bolsas de fraldas de marcas como Prada, Stella McCartney e Marc Jacobs. O modelo que comprei foi Marc Jacobs, mas acabei de ver que já não existe mais para venda (modelo da foto deste post).

Independente do modelo/ marca da bolsa, o que considero importante considerar na compra é:

1) Estilo: a primeira coisa é definir se você vai querer uma bolsa que combine com o seu estilo ou com estilo infantil. Existem as duas opções no mercado, tantos bolsas de marcas famosas como bolsas com desenhos de ursinhos e afins. Algumas mães preferem comprar a bolsa com motivos infantis, porque de certa forma faz parte do enxoval do bebê. Eu preferi comprar uma bolsa sem motivos infantis! Na minha opinião, a bolsa é item importante do visual da mãe. É com essa bolsa que você vai ter pendurada nos ombros durante os passeios, então para mim é muito importante que fosse um modelo que combinasse com minhas roupas, meu estilo (eu sempre fui louca por bolsas!). Comprei uma bolsa parecida com as que costumo usar no dia a dia antes de ter bebê, cor bege, afinal a imensa maioria das minhas roupas são claras e eu jamais uso preto. Uma bolsa preta ou azul não combinaria com todos os meus looks, mas a bege super combina! Foi isso que tive em mente quando fiz a compra. Inclusive hoje, quando saio com o Nicolas, nem levo outra bolsa minha, somente a bolsa de fraldas. Coloco minha carteira com documentos, dinheiro, documento do carro e celular em um dos bolsos e pronto.

2) Espaço e divisões internas: antes de ter filho, leiga total, eu me perguntava porque não poderia usar uma das minhas bolsas existentes (lindas e caras, rs) para levar as coisas do bebê. Bom, depois que a gente conhece uma bolsa de fraldas, entende que realmente é muito melhor. Não só por ser grande, mas principalmente pelas divisões. Bolsos internos e externos fazem toda a diferença para separar os itens e ficar mais fácil e achá-los. Num dos bolsos eu coloco meus itens pessoais citados acima (carteira, celular, documento), em outro o álcool gel, em outro os lencinhos umedecidos e pomada de assaduras para as trocas, e assim por diante. Fica bem fácil de achar cada item quando eu preciso, já sei em qual bolso está. Minha bolsa veio inclusive com um trocador para abrir e colocar o bebê em cima, quando precisar trocar a fralda.

3) Alças: eu particularmente gosto de bolsas que você tem a opção de alça grande para pendurar nos ombros e também alças pequenas de carregar na mão. Procurei um modelo que tivesse essas duas opções. Há quem prefira bolsa estilo mochila de levar nas costas, se for seu caso, procure modelos assim.

4) Fácil de limpar: vai ser a bolsa de dia a dia mais usada da vida, levada para parques, praia, montanha, tudo quanto é tipo de lugar. Eu imagino que vai sujar muito fácil, então procure uma material fácil de limpar. A minha é de nylon, é só passar um paninho e está limpa.

PS: Como sei que o dólar está alto e muitas grávidas estão deixando de fazer enxoval no exterior, a boa notícia é que aqui no Brasil tem várias marcas que fazem bolsas lindas também, com a Petit4you, Lili Bag e Atelier Jean et Marie.

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE