Os 10 itens mais usados nos 3 primeiros meses do bebê

Para mães de primeira viagem (eu inclusa!) é difícil saber o que realmente é essencial e o que não é tão necessário durante as compras de enxoval. Bom, é difícil mesmo responder com exatidão, porque a experiência e necessidades de cada pessoa são diferentes. Me perguntaram quais foram os produtos que mais usei e o que não usei com o Nicolas. Durante os primeiros meses o bebê praticamente só mama, faz cocô e dorme – então os produtos usados neste começo de vida têm a ver com isso. 😉 Não tive oportunidade ainda de usar muitos dos itens comprados para o enxoval, mas prometo que à medida que Nicolas for crescendo, vou comentando sobre os 10 mais de cada fase. Abaixo, os 10 itens mais usados nos 3 primeiros meses de vida do Nicolas – estão em ordem aleatória e tem mais comentários no fim do post!

1) Carrinho de bebê com moisés (eu chamo de bercinho, em inglês CarryCot): meu carrinho de bebê é o Mima Xari (veja o post completo aqui). Uma das vantagens – eu diria mega vantagem – é que ele tem o moisés, ou seja, o bercinho para recém-nascido dormir, já incluso e melhor do que isso, é uma peça dobrável que pode ficar guardada dentro da cadeirinha depois que Nicolas crescer e passar a usar a cadeirinha. Nestes 3 meses estou usando muito, serviu como caminha para o bebê dormir à noite ao lado da minha cama no primeiro mês, serve para o bebê ficar deitado para sonecas durante o dia (depois do primeiro mês, passou a dormir no berço à noite) e serve para passear. Outros carrinho também oferecem o moisés como opção, porém depois que o bebê cresce, vira um trambolho que você não tem onde guardar em casa. Por isso o fato de ser dobrável e ficar dentro da cadeira do carrinho é o máximo (para entender, veja o vídeo sobre o carrinho no site ou youtube).

2) Bomba de tirar leite elétrica da Medela: é realmente muito boa. Como eu tenho muita produção de leite, já precisei extrair um pouco nos primeiros meses para o peito não ficar muito duro. Como nunca parei de trabalhar e algumas vezes tenho reuniões externas, tiro o leite e deixo para o bebê. Não uso tanto assim, acho que foram menos de 10 vezes que tive que tirar leite porque iria me ausentar – em geral fico em casa disponível para amamentação exclusiva livre demanda, mas mesmo assim achei muito válido ter a bomba (porque nas vezes que precisei me ausentar, consegui honrar meus compromissos e ainda deixar leite materno para o bebê).

3) Pomada de Lanolina Lansinoh: no primeiro mês o bico do meu seio ficou com uma fissura e essa pomada é realmente incrível, ajuda bastante a sarar as rachaduras e fissuras do seio. Comprar uma pomada só é suficiente, porque rachaduras acontecem, em geral, no primeiro mês quando o bebê ainda está aprendendo a mamar. Quem faz parto no Einstein, como foi meu caso, também ganha uma amostra grátis lá que é bastante útil.

4) Sutiã de amamentação da Simple Wishes: gastei uma pequena fortuna comprando diversos sutiãs de amamentação e não gostava de nenhum. Quando descobri o sutiã da Simple Wishes, meu Deus, foi o paraíso. É tão confortável, o tecido e a anatomia são tão bons, que acho difícil eu deixar de usar nos próximos anos, rs! Além de tudo o sutiã permite que você amamente num seio e ao mesmo tempo extraia leite com a bombinha acoplada no outro. Compre 3 ou 4 sutiãs, mais do que suficiente e ótimo investimento, já que usamos todos os dias, inclusive para dormir.

5) Esterilizador de microondas da Avent: como disse acima, foram poucas vezes que tive que deixar leite para o Nicolas quando precisei sair. Seja no copinho ou mamadeira, é importante esterilizar o recipiente, e esse esterilizador de microonda da Avent é realmente muito bom e prático.

6) Cobertores variados de plush ou moletom: comprei um monte de mantinhas de lã bonitinhas, mas Nicolas não gosta muito de ficar coberto, ele chuta a mantinha pra fora (igual o pai!). Enfim, as mantinhas bonitinhas e caras eu quase não uso. Já as mantinhas/ cobertores mais baratinhos, de plush ou moletom, uso muito! Quem é mãe sabe que o bebê dorme no nosso colo, mas é só colocá-lo no carrinho ou berço que ele acorda. Isso porque nosso colo é quentinho e aconchegante, já berço ou carrinho são frios. O que eu faço é forrar o berço e carrinho com um cobertorzinho desses de plush ou moletom. Não é a mesma coisa que nosso colo, mas pelo menos não fica tão frio, é mais aconchegante do que um lençol gelado.

7) Protetor de trocador: exatamente este da foto comprei na loja BuyBuyBaby, em Miami. Baratinho, vem 3 unidades. Me arrependi de não ter comprado mais! É ótimo para colocar em cima do trocador – eu forro o trocador com um cueiro, mas coloco esse protetor em cima porque ele é de plush de um lado (para o contato com a pele do bebê) e impermeável do outro. Tem um tamanho ótimo, então quando suja, não é uma cueiro inteiro pra lavar, é só um protetor, não tão grande. Dá para levar na bolsa também para quando tiver que trocar o bebê fora de casa. Usamos muito e adoramos porque é confortável, impermeável e fácil de lavar.

8) Pomada de prevenção de assaduras A+D: existem diversas pomadas no mercado, e acredito que a maioria são boas. O que gosto na pomada A+D é que ela é transparente, e não branca – acho mais bonitinho o bumbum sem aquela lambança branca de pomada, rs. E de fato é muito boa, porque nestes 3 meses Nicolas não teve nenhuma assadura. Compramos também a pomada Desitin Roxa, para quando tiver assaduras, mas até agora usamos somente 2 vezes. No dia a dia é a pomada A+D.

9) Body Branco da Carter’s: eu não queria meu bebê com roupas de bebê iguais de todo mundo. Sou muito ligada em estilo e estava preocupada em ter roupinhas diferentes e elegantes (acho que o bom gosto se forma desde bebezinho, rs!). Tudo isso pra dizer que eu torcia o nariz para o monte de bodies brancos que a consultora de compras pegou na Carter’s quando fomos fazer nosso enxoval em Miami. Só comprei mesmo porque era tão barato e confiei nela, que dizia ser a roupa que o bebê iria mais usar. É verdade! E hoje confesso que deveria ter comprado até mais! Continuo gostando das roupinhas estilosas do meu bebê, mas debaixo dos macaquinhos, especialmente aqui no friozinho de São Paulo, sempre vai um body branco! Realmente são práticos e muito utéis, deixam o bebê quentinho. Quando quero um look mais estiloso, deixo o body branco aparente como blusa, mas coloco uma calça saruel, por exemplo, fica lindo e confortável.

10) Tapetinho de atividades da Fisher Price: Esse montamos somente após 2 meses e pouco. Na primeira semana que montamos, ele ficava deitado “sem entender nada”, não interagia ainda com o brinquedo, mas mesmo assim achei bom porque era uma novidade para despertar novos interesses nele. Acho que Nicolas já estava “entediado” de ficar deitado no carrinho a maior parte do tempo. Depois de alguns dias ele já começou a interagir com os brinquedos do tapetinho, fica batendo com a mãozinha nos brinquedos o tempo todo, é uma graça! Eu tenho a impressão que ele adora o tapetinho, tanto para brincar como para tirar uma soneca com o som de bichinhos de floresta que tem no brinquedo. Como ele ainda é muito novinho e está um pouco frio, colocamos um cobertorzinho no tapete para ele ficar deitado em cima.

Poderia citar também:
A almofada de amamentação é muito útil para o conforto do bebê e da postura da mãe (comprei a minha aqui no Brasil na Tulipa Baby. Usei muito também os absorventes de seios (a Simple Wishes tem um em formato de coração lavável que é ótimo). Meias, estou usando muito todas as meias que comprei na Carter’s para deixar o bebê confortável e quentinho. Esqueçam sapatinhos porque não há razão para um bebê de até 3 meses usar sapato, apenas meias. Importante também é a cadeirinha do carro (não compramos bebê conforto e sim uma cadeirinha de carro), que é item obrigatório, mas como ainda saímos pouco de carro com Nicolas, vou deixar para falar dela em outro post (de qualquer forma é indispensável ter, bebês só podem andar de carro no bebê conforto ou cadeirinha de carro!). Ah, esqueci de citar a babá eletrônica!! Acho super importante ter, mas acho que esqueci de mencionar no top 10 porque ainda não usei tanto assim. No primeiro mês eu dormia junto com o bebê, então não precisava. Depois do primeiro mês em diante uso à noite, deixo ligada ao meu lado da cama, mas como Nicolas dorme bem, acho que são poucas vezes que olho pela câmera.

Esses ainda não foram utéis para a gente:
Nicolas não teve cólicas, então não usei nenhum das 2 bolsas térmicas de cólicas que compramos. Nosso bebê também não gosta de chupeta, ele cospe, foram muito pouco usadas até agora.

Se tiverem dúvida sobre algum item que eu não mencionei, podem perguntar nos comentários que eu respondo!

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE