Nicolas | 9 Meses

Quando eu percebi que Nicolas completaria 9 meses bem no dia da véspera de Natal, minha alegria foi enorme. Amo Natal, seria uma comemoração dupla: 9 meses e primeiro Natal do Nicolas! Já imaginei as fotos com luzinhas que eu tanto amo. O ensaio com a Carla D’Aqui ficou tão lindo que perdi o fôlego.

Agora com 9 meses:

– Nicolas está com 72cm e pesando 8,5Kg. É um bebê alto e magro (dentro da normalidade).

– Está rastejando como se estivesse no exército e engatinhando um pouco também. Mas ele não gosta muito, o que gosta mesmo é de andar apoiado na gente. Segura na nossa mão e anda pela casa toda (sempre apoiado, não sozinho ainda, mas falta pouco! – não estou incentivando ele andar logo não, cada coisa ao seu tempo, é o jeito dele mesmo).

– Já senta sozinho e também fica de pé sozinho, se apoiando na gente ou nos objetos.

– Tem os dois dentinhos da frente debaixo.

– Não gosta de fruta. Como só um pouco de maça, pera e abacate. Já a papinha salgada ele adora e a gente varia bastante, já comeu todos os tipos de legumes!

– Começou a dormir a noite inteira. Ele dorme tarde, lá pelas 22h30 – 23h, e vai até 7h da manhã. Às vezes acorda, mama e volta a dormir mais um pouco.

– Adora os brinquedos de empilhar, se diverte derrumando os objetos.

– Para minha tristeza, começou o desmame. Já não tem mais interesse pelo peito, prefere a mamadeira. Fica bem pouquinho no peito e cansa. Eu amo amamentar e pretendia dar de mamar até 1 ano. Talvez a culpa seja da mamadeira, talvez tenha sido o tempo dele mesmo. O que importa é que me sinto vitoriosa, foram 6 meses de alimentação materna exclusiva em livre demanda e depois que a introdução alimentar começou, continuamos o aleitamento materno pelo menos 4 vezes por dia até quase 9 meses.  Toma complemento de leite artificial também, já que eu estava trabalhando fora desde os 7 meses dele (até então, estava tomando leite artificial apenas 2 vezes por dia, no lanche da manhã e da tarde. Mas agora que começou o desmame, tem tomado mais vezes).

– Amo tanto brincar com ele, rir com ele, dormir com ele… É um amor tão grande que transborda!

Relações profissionais

Fotos: Carla D’Aqui (SP)

CONVERSE COM A GENTE