Airbnb em Paris | Como escolher o melhor apartamento

Não poderia ter sido mais feliz nossa escolha por ficar num Airbnb em Paris.
Ter uma apartamento só nosso, chegar “em casa” no fim do dia e poder fazer um omelete para os meninos, ter espaço para lavar mamadeiras, acordar e ter nosso café da manhã enquanto nos arrumamos. Espaço sem aperto para guardar as malas, pendurar os casacos, estacionar carrinhos, ter ambientes diferentes, o que é menos estressante para as crianças.

Sobre nosso apartamento Airbnb em Paris

Aqui a experiência foi acima da expectativa, um anfitrião que deixou um guia de boas-vindas com todas informações, inclusive telefone do médico da família, senha do wi-fi e até produtos de bebê. Comprou um berço novo, deixou uma garrafa de vinho rosé na geladeira para gente. Cozinha toda equipada e no closet, até cabos de carregar celular e tomada universal tinha.

No horário combinado, uma pessoa simpática veio nos receber, mostrou o código do portão, do elevador e todas as funcionalidades do apartamento. Nossa acomodação tinha uma cama de casal e um sofá cama confortável na sala, além do berço.
Aqui o link do apartamento em Paris. Vale dizer que fiz a reserva com pouca antecedência, em plena semana de moda de Paris, haviam poucas opções. Navegando pelo site da Airbnb você pode achar muitas outras opções maravilhosas.

Dicas para reservar acomodações no Airbnb

 Antes de efetuar a reserva, sempre troque mensagem com seu anfitrião para tirar suas dúvidas do local. Eu perguntei se tudo bem ir com bebê, quanto tempo era a estação de metrô mais próxima.

 Você pode fazer buscas de diversas formas. Fiz busca por bairro, queria muito ficar no Le Marais e foi a melhor escolha! Bairro residencial cheio de ótimos restaurantes, padarias, mercado etc. Evite ficar perto da torre, lugar mais turístico.

 Você pode fazer busca também por berço. Em “mais filtros”, vá em “comodidades” e filtre as opções com berço.

 Outro filtro importante é o “superhost”, que significa anfitriões com pelo menos 10 avaliações 5 estrelas seguidas. São anfitriões que fazem de tudo para agradar os hóspedes para não perderem o título de “superhost”.

 Especificamente aqui em Paris e acredito que Europa, verifique se o prédio tem elevador! Não são todos que tem, muitas vezes você chega e tem que subir quatro andares com malas, carrinhos de bebê. Evite perrengues, pergunte tudo. O prédio onde fiquei tinha elevador!

 Sempre mantenha a conversa com o anfitrião dentro do site da airbnb e não em redes sociais ou e-mail – isso ajuda se o Airbnb precisar investigar qualquer denúncia.

Clique aqui para pesquisar no Airbnb


Link do stories onde mostrei o apartamento airbnb em Paris:

Dia 1 – City Tour, Marais e Airbnb


Veja também o post com as dicas de  Roteiro em Paris


Viagem realizada para Paris em Outubro de 2019. Nicolas com 4a6m e Oliver com 1a10m.


Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE