Mãe Empreendedora | Entrevista com a Paula Di Dario

A arte de esculpir memórias. Tal frase pode ser usada para explicar, de forma sintetizada, o trabalho de Paula Di Dario. Advogada por formação e artista por vocação, ela atualmente produz esculturas e joias carregadas de significados, criadadas para eternizar momentos e celebrações. Em um trabalho 100% autonomo e manual, Paula molda peças cujas formas acompanham os sonhos dos clientes. A seguir, revelamos uma entrevista exclusiva com a artista e empresária que, assim como muitas outras mães, teve sua trajetória profissional transformada após a descoberta da gravidez. Do mundo corporativo, ela seguiu para a joalheria e, por fim, fundou sua marca homônima, que tem, como um dos destaques, as esculturas criadas a partir dos desenhos das crianças.

A maternidade costuma transformar a vida da mulher como um todo, influenciando também na área profissional. Foi assim com você?
Sim! Desde a descoberta da gravidez, minha vida mudou completamente. Eu trabalhava como gerente no ramo de vendas de equipamentos médico-hospitalares e o dia nunca tinha hora para terminar. Depois do nascimento do primeiro filho, as coisas mudaram para valer, não achava certo continuar vivendo daquela forma.  Sempre quis estar presente em todos os momentos – e foi isso que fiz. Aos poucos, fui migrando para o ramo da joalheria artesanal.

Como e quando decidiu apostar no universo infantil e fundar a empresa?
Sempre fui ligada as artes. Com o nascimento dos filhos, passei a me dedicar ao oficio da joalheria e senti um despertar na minha motivação profissional! Passei a fazer peças para mim mesma, para conhecidos, e enquanto isso incentivava todos os tipos de arte para entreter os meus filhos. Os desenhos deles sempre me alegravam, me enchiam de emoção. Certo dia, tínhamos uma consulta com o pediatra e, enquanto eu me arrumava, eles fizeram um desenho para o doutor que era uma graça. Tive a ideia de transformar o desenho em uma escultura para demonstrar o quanto ele era importante para nós! Guardei o desenho e entreguei junto com a escultura na consulta seguinte! A reação do pediatra foi emocionante!

A partir dai, passei a selecionar desenhos dos meus filhos e dos sobrimos e fazer algumas peças para presentear. A reação era sempre a mesma: choros de alegria, olhares surpresos e agradecidos por eternizar os desenho carregados de significados. O processo durou quase três anos, as crianças cresceram um pouco e com um pouco mais de tempo resolvi me encorajar e mostrar minha arte para o mercado. No começo desse ano, fundei a empresa, criei site, facebook e instagram e a reação das pessoas foi incrível!

Desde a inauguração, a marca segue mais ou menos o mesmo formato e direção?
Sim, mesmo com o aumento da demanda, as peçam continuam sendo feitas à mão por mim mesma! Trata-se de um produto especial que carregará historia e significado para toda a vida e por isso tratamento com o produto tem que ser individualizado! É um produto muito distante do caráter industrial. A maioria dos pedidos tem historias emocionantes envolvida.

Como é feito o contato com o cliente?
O contato é feito através do e-mail do site. Respondo e tento entender o que ela deseja, para sair exatamente nos moldes do que ela quer. São muitas variáveis envolvidas na confecção do produto, tais como tamanho da peça, tipo do metal (ouro, prata ou banhado), tipo de madeira, molduras, etc… Só um contato próximo para sanar todas as dúvidas do cliente.

Cuidar do trabalho e dos filhos e família envolve sacrifícios, certo? Como concilia?
Essa é sem duvida a parte mais difícil! É quase impossível dar conta de tudo! Agora que eles estão maiores, fica um pouco mais fácil. Além disso, o ateliê é em casa, o que facilita em termos de tempo e presença com os pequenos. Mesmo assim, não é fácil… eles demandam muita atenção e nem sempre entendem o nosso momento de trabalho.

Seus produtos são criados de acordo com uma necessidade que você sente na sua própria casa?
Sim! Foi observando e admirando os desenhos e a dedicação deles na própria arte que senti necessidade em eternizar os desenhos de uma forma especial. E acho que consegui!

Você mesma coloca a mão na massa ou tem um time de designers?
Eu mesma faço tudo sozinha! E adoro, amo fazer peça por peça, por mais trabalhoso e duro que seja! O oficio da joalheria não é fácil… Exige muita concentração, é uma arte muitas vezes que exige força e atenção aos mínimos detalhes.

Qual é seu produto favorito da marca e por que?
Pergunta difícil. Gosto de todos,  mas acho as esculturas muito especiais! Não é uma peça de decoração qualquer, mas uma peça que teve a emoção e dedicação de uma criança envolvida! A criança, ao ver a peça pronta, se sente reconhecida e, o adulto, emocionado por ter aquele desenho/momento eternizado!

Qual dica de sucesso você daria para sua melhor amiga?
De sentido para sua vida, sonhe e ACREDITE  nos seus sonhos! Encha seu coração de emoção e não olhe para os lados! Aja em direção do que você acredita por maiores que sejam as barreiras (e quase sempre elas serão enormes) … Uma hora você chegara lá!

O que te inspira? Quais são suas referências, quem admira?
Meus filhos! A pureza e a verdade deles… E a vida como um todo!

Consegue notar mudanças nos hábitos de consumo? – em termos de produtos, consciência ambiental, sustentável..
Acredito que as pessoas estejam atrás de produtos personalizados e com significado. Hoje em dia, tudo é globalizado e a tendência é andarmos todos iguais… Isso é chato!  Quando você olha para dentro de si e entende o que te satisfaz, você vai atrás de produtos com a sua cara, que tenham um diferencial!

Contatos:

(11) 99976-8873 | contato@pauladidario.com.br
www.pauladidario.com.br/

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE