Museu da Língua Portuguesa com crianças

Fomos ao Museu da Língua Portuguesa com crianças e vou resumir aqui como foi nosso dia:

Museu da Língua Portuguesa com crianças

Eu já havia ido antes de ter filhos, ficou fechado desde que pegou fogo em 2015 e reabriu em Julho deste ano 2021, em pleno ano de alfabetização do Nicolas, eu estava louca para levá-lo! Mas independente de alfabetização, ir em museu é sempre um programa ótimo para toda família, mesmo com bebês!

Ainda mais um Museu tão interativo e lúdico como este, as crianças ficaram bem envolvidas. Nicolas adorou a mesa interativa de juntar palavras e mesmo Oliver se divertiu escolhendo palavras para escutar a pronúncia.- Como a quantidade de pessoas por horário é controlada, estava super tranquilo. Estivemos num domingo, 10h da manhã.

Não fomos na apresentação do auditório do 3º andar, dura 45 minutos e precisa ficar numa fila para pegar voucher antes, mas dizem valer a pena. E também demos azar que a exposição temporária do 1º andar estava sendo trocada, fechada para montagem. Nossa visita teve duração de 1h e pouco.

Banheiros no local estavam bem limpos. Fácil de circular com carrinho de bebê também.

Horários e Ingressos

Horários: De terça a domingo, das 9h às 16h30 (permanência até 18h). Precisa comprar ingresso antecipado online.

Ingressos: Inteira R$ 20,00, Meia-entrada R$ 10,00Grátis aos sábados, Crianças até 7 anos não pagam.

(informações de Novembro de 2021)

Link para comprar ingressos, clique aqui.

Como chegar

Fomos de metrô, já que o Museu da Língua Portuguesa fica na Estação da Luz! Como era domingo de manhã, super tranquilo e como não faz parte da rotina das crianças, isso por si só já vira uma vivência e aumenta repertório. Prefiro sempre ir de metrô ou táxi, já que não tem estacionamento no local, nem tão pertinho poucos passos.

Sugestão de almoço saindo do Museu

Saindo de lá, escolhemos almoçar no Restaurante Acrópolis, o restaurante grego mais antigo de SP, bem simples e famoso pela comida farta e fresca. Fica cerca de 900 metros do Museu (mas fomos de táxi) e lá cada cliente vai até o balcão da cozinha ver todos os pratos do dia e escolher. Almocei um risoto de frutos do mar, e Mauro o camarão à milanesa, além da salada grega que amamos.


Veja aqui post com 8 museus em SP com crianças.

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE