A revolução do primeiro trimestre

Natália Vignoli é nutricionista, mamãe da Letícia e colaboradora do blog com suas dicas de nutrição para grávidas, mamães, bebês e crianças.

Quando recebemos a notícia de que estamos grávidas, em geral com 5 semanas, ficamos encantadas. Não temos nenhum sintoma além do atraso da menstruação.

Como em um passe de mágica, lá pela 8ª semana, parece que o nosso mundo vira de cabeça para baixo! Sono, muito sono. Enjoos, diversos e variados. As vezes espinhas e um humor que mais parece uma montanha russa.

O apetite fica pequeno e as vezes chegamos até a perder peso. Esses sintomas são comuns e acometem a maioria das mulheres. Pensando nisso, listei algumas dicas que podem ajuda-la a passar por esse primeiro trimestre!

vdm01 Enjoos: muito comum. A altas dose de administração de ácido fólico + progesterona é o combo perfeito para a gestante ficar nauseada. Como conseguir se alimentar com tanto embrulho no estômago? Vamos lá!

– Coma menos, mais vezes ao dia;

– Prefira alimentos frios e pouco temperados;

– Congele frutas e cubos de suco de frutas e vá chupando durante o dia;

– Faça água aromatizada com gengibre;

– Prefira alimentos pastosos;

– Se tolerar, invista em alimentos saudáveis mais de alta densidade energética, ou seja, alimentos que em pequenas quantidades, contêm mais calorias, como o açaí, abacate, tahine, nuts. Faça a tentativa, como são gordurosos, podem aumentar o enjoo.

vdm02 Perda de peso: calma. É normal e esperado. A preocupação vem quando os vômitos são frequentes e volumosos. Avise seu médico! Aqui também vale investir em alimentos de alta densidade energética.

vdm03 Intestino preguiçoso: comum. A progesterona baixa o tônus muscular. Não queremos contração uterina nesse momento. Nessa jogada, o intestino entra! Invista na nossa querida Biomassa de Banana Verde, incrementando sucos, sopas, caldos. Use probióticos! Rale batata yakon na salada e faça docinhos com ameixa seca. Evite ao máximo laxantes, mesmo os “naturais”. Eles descamam e irritam a parede gástrica, prejudicando a absorção de nutrientes.

vdm04 Intolerância a proteínas: algumas gestantes não conseguem comer carnes e grãos, como feijões. Por precisarem de um processo digestivo maior, as proteínas podem ser recusadas em algum momento. Para isso, vale testar receitas com carnes picadas, desfiadas e processadas, na forma de hambúrgueres saudáveis, tortinhas e misturadas com purês. Os grão podem entrar como sopa e caldos mais grossos. Mas se não funcionar nem dessa maneira, é importante consultar uma nutricionista e avaliar o uso de um suplemento proteico!

Nos próximos posts, vou dar receitas e sugestões para cada íten da nossa lista!

Colunista_Natalia

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE