Diet X Light X Integral X Orgânico X Sem glúten X Sem lactose: parte final, juntando lé com cré!

Por: Natália Vignoli

Temos conversado sobre esse tema e hoje finalizo falando sobre orgânicos e integrais! O orgânico já apareceu aqui no blog, mas vale relembrar alguns conceitos!

Os alimentos orgânicos vêm de um sistema de produção no qual não são utilizados agrotóxicos, hormônios, drogas veterinárias, adubos químicos, antibióticos ou transgênicos. Vai além, engloba responsabilidade social, cultural e econômica, valorizando a produção regional e buscando o equilíbrio do ecossistema.

Podemos confirmar se um produto é orgânico quando carrega o selo brasileiro ou em compras de produtores familiares, com a declaração de cadastro do consumidor orgânico familiar. Uma ressalva importante diz respeito aos produtos industrializados: eles podem sim ser considerados orgânicos, desde que 95% de seus ingredientes sejam orgânicos e que os mesmos não sofram contaminação durante a produção.

Agora, orgânico não é “mais light ou menos light”. A proposta aqui é respeitar o meio ambiente, os seres vivos e incentivar uma economia local e sustentável. É claro que um produto livre de agrotóxicos e produtos químicos traz um enorme ganho para a saúde!

E o integral?! Bem, o chamariz para essa palavra é grande! Os alimentos integrais que são incentivados estão relacionados com os cereais integrais (arroz, trigo, aveia, cevada, centeio, etc.). Ah, eles podem ser ou não orgânicos! Vale olhar o selo na embalagem!

Quando pensamos em integrais, pensamos no alimento íntegro, ou seja, com menos processamento. Isso significa que esse alimento está bem próximo de sua forma natural, contendo os nutrientes que lhe são próprios como, por exemplo, maior concentração de complexo B e minerais como o magnésio, sem contar as fibras presentes nas cascas preservadas desses cereais, nos deixando mais saciados por mais tempo!

Ok, você já deve ter escutado que “arroz integral tem mais calorias do que o arroz branco”, ou que o dito “light” é menos calórico do que o integral… Olha, em relação ao arroz e cereais em geral, essa diferença nem é considerável, mas o alimento light de fato tem menos calorias, mas é aquilo do post passado… O que é mais importante para você? Número de calorias ou equilíbrio e riqueza de vitaminas e minerais?!

Então vamos lá!

  • Você tem alguma condição fisiológica específica? Tipo diabetes, intolerância a lactose, doença celíaca, alergia a proteína do leite, problema renal ou fenilcetoúria? Então alimentos diets não são para você!
  • Busca uma alimentação equilibrada, mas está reduzindo o aporte calórico da alimentação? Ok, você pode lançar mão de alternativas lights no dia a dia (mas sem exageros ok?!)
  • Agora, você se preocupa com saúde e bem estar, é a favor do “de tudo um pouco”, inclusive “pecados” com moderação, levanta a bandeira de uma sociedade mais consciente e tem lá suas restrições com tanta coisa química que vemos por ai, então minha cara, vá de integrais e orgânicos!

Friso sempre que cabe de tudo na alimentação, mas o como e o quanto fazem parte deste contexto! Nada em extremo é bom, mas se escolhemos a roupa que vestimos, ou qual perfume utilizaremos e se nos preocupamos com a qualidade do nosso hidratante, porque não pensar dessa maneira com relação aos alimentos?!

Natalia_V

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE